sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

A última festa.

Minha última e defunta balança veio “emprestada” da casa dos meus pais há algum tempo atrás, e devo admitir que não tinha muita ideia de onde conseguiria uma nova, a não ser que desse uma passada pelo banheiro dos meus progenitores. Pra falar a verdade, hoje são grandes as chances deu voltar da festa de ano novo, na casa deles, com minha nova balança, caso eles já tenham substituído aquela que desapareceu. Mas ontem não tinha a menor disposição para uma visita mano-a-mano, sem o resto da festa por perto para distribuir a atenção. Porém, ainda queria me pesar; afinal de contas, era quinta feira, dia de pesagem!

Refleti um pouco sobre o assunto e achei que farmácias eram o local com maior probabilidade de vender balanças. Me enganei. Quando entrei na quinta drogaria, percebi que minha empreitada seria em vão. Não que eles não tivessem uma balança por lá, mas era um pouco grande e o gerente engomadinho me disse que não estava à venda. Mesmo se estivesse, não conseguiria carregar aquilo. Tive vontade de subir e me pesar, mas estava com todas as minhas roupas e consegui, naquele momento, pelo menos um pouco de lucidez para desencanar e encher minha cabeça vazia com outra coisa.

Moral da história, ainda não sei meu peso, mas acho que vou conseguir mantê-lo de hoje pra amanhã. Por influência minha, o cardápio vai ser composto por coelho com molho de vinho branco. Tá certo que sempre vai um pouco de manteiga e um pouco de bacon, mas é só não exagerar no molho. Apesar de ser uma carne magra, não é um prato magro, mas ainda é bem melhor do que muitas das outras alternativas. Quanto às bebidas, vou jogar com a técnica do copo quente. Funciona assim: todo copo que você pegar, tem direito a tomar um terço de seu conteúdo. Os outros dois terços você segura até esquentar. Não falha nunca.

Bom, feliz ano novo pra todo mundo e até o ano que vem!

PS: durante meu surto para descobrir meu peso, cheguei a cogitar o uso da balança da cozinha. Não faz sentido, porque ela marca até, no máximo, dois quilos, mas o que afastou a ideia de minha mente não foi esse fator técnico e sim a imagem que me veio a cabeça. Eu tentando me equilibrar naquele tamborzinho de plástico seria algo mais ou menos assim:
Fonte: http://picasaweb.google.com/caballa69/ClipartsDelCircoEnBlN#5363224091700545378

8 comentários:

  1. Vim desejar um excelente 2011, que possamos juntas alcançar nossas metas!!

    ps: riii demais com a imagem do elefantinho!! rsrs

    Bjuss

    ResponderExcluir
  2. Seus posts são demaaaiiiis! Bjs e bom ano

    ResponderExcluir
  3. OI lindona
    Vim te desejar um feliz ano novo, cheio de amor, paz, muito sucesso e realizações, que seja um ano realmente abençoado. Que seja o ano das blogueiras magras e lindas... O nosso ano!!!!!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Vim retribuir a visitinha e o comentário,brigadinhu, já estou te seguindo.
    Quero tbm te desejar um feliz 2011 e q este ano consiga uma chefinha melhor,rsrsrs. Bjinhus

    ResponderExcluir
  5. kkkkkkkkkkkkkk
    Essa idéia de usar a balança da cozinha realmente não é muito boa, além de tudo podia causar algum acidente a você ou à balança....
    Feliz Ano Novo, tudo de bom pra você e sua nova balança
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi! Rapaz, não sei onde vc mora, e se tem essa loja na sua cidade, mas a minha balança eu comprei na CASA e VÍDEO. Tem uma digital com um preço ótimo lá, a minha quebrou também, não pelo meu peso, e sim pelas mãos do meu pequenino de 2 anos. Vi uma lá por R$39,90, digital. acho que nas Lojas Americanas também vende. Espero que vc consiga logo uma. Feliz ano novo tá!

    ResponderExcluir
  7. HAHAHA, vc é ótima!! =)

    Bjs!

    Feliz 2011!

    ResponderExcluir