terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Virou o mês, venceu o cartão.

Pois é, hoje vence meu cartão de crédito. Isso significa que, antes de vir para o trabalho, peguei aquele envelopinho branco destruidor de riquezas que tanto odeio e o abri. É sempre assim, uso uma faca para abri-lo e ele me apunhala de volta com um número assustador estampado. Dessa vez, não foi diferente. Achei mesmo que esse mês seria melhor, já que não comprei vinho nem cerveja nem outras bebidas, o que costuma consumir uma boa parte do meu orçamento. Porém, acabei de descobrir que dieta custa caro pra @#$#%¨%$!!!

Até que faz sentido se parar pra pensar, pois um hambúrguer custa menos de 10 pratas, já uma refeição completa... É tudo culpa das embalagens, que vem numa quantidade maior do que posso comer. Acaba estragando um monte de coisas. Mas realmente não esperava isso. Agora, vou precisar arranjar um jeito de conseguir mais dinheiro.

Já sei, vou jogar na mega-sena. Ou melhor, vou ao jockey apostar em cavalos! Ah, se pelo menos eu tivesse boa sorte. Mas todo mundo por aqui já deve ter percebido que quem joga no meu time é o azar. Talvez eu deva ir ao banco pedir um empréstimo. É, isso pode funcionar! Me animei. Já posso até imaginar a cena, eu, entrando na agência, sentando à mesa do gerente, aceitando o café que ele vai me ofereceria, observando a gola da camisa um pouco maior do que o necessário e dizendo:

- Preciso de um empréstimo. Diria isso com um sorriso cordial, mostrando simpatia mas sem deixar transparecer desespero ou necessidade, apenas vontade.

- Muito bem. O que você pretende fazer com o dinheiro? Retrucaria ele desconfiado, como todo mundo que tem mais dinheiro que você.

- Vou financiar a minha dieta

- Hum, financiar uma dieta, que interessante. Responderia disfarçando sua cara perplexa de “mais que coisa absurda”. Mas qual será o retorno financeiro disso?

- Retorno o quê? Perguntaria com cara de indignação, como se achasse que ele tivesse dito um palavrão.

- Digo, como você pretende pagar o empréstimo de volta para o banco?

- Ahhh, isso? Não se preocupa não. Eu vou... Eu vou... Eu vou... Bem, eu vou emagrecer tanto que vou sumir!

@$%#&&. Acho que gerente algum vai me deixar pegar dinheiro emprestado. Melhor voltar a pensar em corridas de cavalos. Ou corrida dos credores.

15 comentários:

  1. Adoro os seus textos, realmente comidas saudaveis não são tão baratas, mas a recompensa de entrar em uma roupa de tamanho menor e se olhar no espelho e que ficou linda" Não tem Preço"..bjo

    ResponderExcluir
  2. Aceita o café... Mas sem açúcar:)
    Alimentos não embalados saem mais barato, pelo menos cá...

    ResponderExcluir
  3. olie minha linda obrigada pelo carinho viu força ai e vamos que vamos tenha uma linda tarde bjs no ♥

    ResponderExcluir
  4. Nossa, essa foi de doer a barriga de tanto rir..Adoreiiiiii,
    beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Ainnnn... Dieta custa caro mesmo!
    Sem contar que a gente precisa fazer as compras a cada 15 dias... (no máximo).
    Mas, é um dinheiro que veremos investido, ou melhor, bem investido na gente.
    rsrs

    ResponderExcluir
  6. uahuahauahuahaua
    vc é demais!!
    tbm preciso de dinheiro.
    bom que vc sem dinheiro, faz que nem eu, a dieta da água.
    Pelo menos em filtro de barro agua não custa dinheiro, aliás, custa, masa conta d'agua é pequena"" uahauha

    bjos

    ResponderExcluir
  7. É menina, tem coisas que não tem preço...e para as outras existe Master Card...rs...adorei o texto. Bjs

    ResponderExcluir
  8. kkkkkkkkkkkkkkkkkk
    dei risada, e o pior me vi na mesma situação, todo mês o carta de credito tenta me enfartar, e olha dieta nao custa barato nao, uma coxinha é mais barata que um parto de saladas.. rs rs
    E vc tem razão, e melhor o marido continuar comendo em casa, caso o contrario ele vai comer capim pela raiz hahahahah
    bjs e boa quarta.

    ResponderExcluir
  9. Oi Linda,
    Boa noite!
    Estou passando no seu cantinho para agradecer as palavras de apoio que me deu. MUITO OBRIGADA! Ando precisando de incentivos para voltar a minha RA certinha...
    Deus te abençoe!
    Beijo

    ResponderExcluir
  10. Garota, os seus textos são ótimos! Como você escreve bem! E como seus relatos me fazem ver as cenas, eu me divirto tanto! Gosto imensamente de vir aqui.
    Eu não assusto mais com fatura de cartão de crédito porque, ajuizadamente, estou sem nenhum, até que todas as dívidas contraídas justamente por conta de cartões estejam sanadas. Não aumento o preju, enquanto não pago o que gastei antes, exagerei. E tenho vivido melhor assim, gasto o que realmente tenho, sabe?
    Você está de parabéns pela firmeza, pela concentração. Mas eu quase tive um treco aqui de tanto rir imaginando a cena da velhinha querendo o seu alho poró.
    E o concurso de lombo recheado? Que coisa! rsss
    Adorei tudo.
    Voltando ao custo de uma alimentação mais correta, é isso mesmo, se comer numa barraquinha de esquina 2 salgados fritos, mega calóricos e 1 refresco porcalhão (me perdoe quem gosta, mas desconfio daquilo)sai muito menos que um prato de comida correto. Mas é o barato que sai caro, para a saúde, para a silhueta, para tudo.
    Beijos! Continue firme.

    ResponderExcluir
  11. Adorei o post! Realmente fazer dieta não é nada barato, mas vai valer a pena, vc vai ver.

    bjoss

    ResponderExcluir
  12. Que texto bom!!! Podemos dizer que é um crônica? Vc quem escreveu?
    Vou ficando por aqui e te seguindo, pra relaxar com essas leituras que, pelo que pude ver, são fantásticas.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  13. oiee linda
    auahuahau aDORO suas postagens =)
    ah pra mim axo q to economizando mais, do q quando comia mtas besteiras....
    lindo diaa
    bjuss
    xauxau

    ResponderExcluir
  14. amei!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    dieta sai caro mesmo... mas vamos nos adaptando!

    beijoooo

    ResponderExcluir
  15. KKKKKKKKKKKK, COMÉDIA ESSE SEU POST,POIS ENTÃO REALMENTE N É FÁCIL ,MAS VALE A PENA BJS E BOA SORTE NA DECISÃO

    ResponderExcluir