segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Mas que roubada!

Acordar tarde no domingo sempre levanta a seguinte questão: será que vou conseguir dormir cedo ou minha semana começara com o pé esquerdo, com uma segunda feira morrendo de sono? Na dúvida, achei que seria uma boa ideia fazer algum exercício físico durante a tarde (em parte porque não tinha picas pra fazer) pra ver se conseguiria dormir num horário compatível com a hora de levantar. Além disso, exercícios não podem fazer nada além de contribuir para uma boa dieta.

Nunca me dei muito bem com salto com vara, arremesso de martelo, esgrima, ou qualquer outro esporte divertido, então, resolvi que uma caminhada seria uma boa opção. Coloquei meus tênis de corrida, os quais são a compra mais inútil que já fiz na vida, já que corro apenas uma media de zero minutos por dia e saí. Foi uma boa caminhada. Não muito longa, mas bem intensa. De qualquer forma, já devia fazer uns 27 minutos que estava na rua quando percebi que estava na frente do supermercado em que faço minhas compras (me pergunto agora, será que foi coincidência?). Nada poderia ser melhor, já que o dia estava uns três ou quatro graus mais gelado que o inferno e tomar uma água seria uma boa.

Infelizmente, a coisa não saiu muito bem como planejado. Tomei a água, mas acabei pegando um picolé de limão também. E lá estava eu, na fila do caixa, tomando meu picolé e auto argumentando que as calorias perdidas andando superavam as do sorvete, quando me dei conta de uma coisa. Uma coisa terrível. Saí para uma caminhada, logo meus planos eram apenas andar, não tomar sorvete, água ou comprar qualquer outra coisa. E, se não pretendia comprar nada, porque teria trazido dinheiro?

E chegou minha vez na fila. Bateu um puta desespero. Como ia explicar praquela mocinha do caixa que tava sem grana? Bom, tentei. Disse que tinha me esquecido do dinheiro, pedi desculpas e blá blá blá, mas não adiantou muito. Ela chamou o gerente. Nunca passei por uma situação dessas antes e admito que fiquei com medo. Já estava imaginando o que faria com a minha ligação, aquela a que todos os presidiários têm direito, mas nunca cheguei a ir para trás das grades. O gerente olhou um pouco desconfiado para mim, principalmente porque eu não tinha nada que pudesse deixar como garantia para ir pegar o dinheiro. Mas daí expliquei pra ele que estava de dieta e que não tinha trazido nada e...

Na verdade, acho que minha explicação deixou ele mais desconfiado do que antes. Tenho quase certeza que o que motivou ele a me dar um voto de confiança e deixar pagar depois foi a possibilidade de que alguém que deve consumir tanta comida, como eu aparento, acabasse virando freguês de outro supermercado.

12 comentários:

  1. kkkk.. me desculpa, mas seu post foi muito engraçado... caraca.. e conseguiu voltar so depois... ai meu Deus. nao paro de rir.. tadinha..

    bjs e boa semana.... ahhh, e vai la pagar hein.. kkkk

    ResponderExcluir
  2. Amei esta histo´ria, quase morri de rir. Se que foi constrangedor na hora, mas agora que tudo passou e você não precisou da ligação que todo presidiário tem direito.... kkkk Bjks amiga. Vc é maravilhosa.

    ResponderExcluir
  3. rsrsr não consigo parar de rir
    otima semana
    bjkas♥♥

    ResponderExcluir
  4. Oieeeee

    Vim retribuir a visitinhaaaa... rsrs
    Menina, que estórias essas suas!
    kkkkkkkkkkkkk

    Vou te acompanhar desde já!

    Bjus

    ResponderExcluir
  5. Ai meu Deus, que situação, acho que no seu lugar teria saído da fila, dado uma voltinha pelo supermercado e saído como se nada tivesse acontecido...rs
    Imagino seu desespero, mas que a história foi engraçada, isso foi.
    Adorei seu blog.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. kkkkkkkkkk!!!! fiquei aqui imaginando vc se deliciando com o picolé na fila!!!!kkkkk
    ADOREI!!!!

    beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Amiga,, uhuhuhuhu, hilário, Nossa melhor post da semana!!!!! Começou a semana bem!!!!! Amiga que vergonha vc deve ter passado hein!!!! Fiquei me imaginando no seu lugar!!!
    Se cuida na dieta ta??
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. oiee lindaaa
    nussss inda bem q eles deixaram vc ir embora hein!!!!!
    e obrigada pelo recadim
    bjus
    xauxau

    ResponderExcluir
  9. Obrigada pela sua visita no meu cantinhu...Bjão!!♥♥

    ResponderExcluir
  10. Meu Deus, eu fiz algo parecido com meu esposo. ele tinha dinheiro na carteira e eu peguei para comprar umas coisas, mas como ele tava dormindo fui para o trabalho e quando chegasse eu ligaria para avisá-lo. Acontece que ja entrei em reunião e tals e esqueci. Quando lembrei o coitado ja tinha saído e passado no posto para por gasolina e na hora de pagar... cadê o dinheiro?? kkkkkkk Ele ficou putooooo rsrs

    ResponderExcluir
  11. uhauahauhaa
    pensei que isso só acontecesse comigo!!!
    Tadinha .. deve ter sido ruim demais, mas foi engraçado!!
    rsrsrsrs
    bjinhos lindona

    ResponderExcluir