terça-feira, 30 de novembro de 2010

O jardim secreto.

Semana passada, quando estava trabalhando no cardápio da festa de ontem, a chefinha veio até mim e disse que era um absurdo uma pessoa da minha idade ficar responsável por organizar um jantar tão importante e ela, que tinha mais idade e mais experiência de vida já tinha assumido a tarefa, falado com um buffet super chique e tudo pronto: o cardápio era rondele. Pra completar, a mesma chefinha que acha rondele chique me informou que eu não participaria do jantar. Estaria presente, mas minha função seria ajudar o pessoal do buffet. Ou seja, sem lugar à mesa para mim.

Ontem, cheguei ao lugar da festa, recebi o pessoal da decoração, da montagem e mais uma porrada de coisas. Dai a equipe do meu trabalho chegou, os convidados da empresa com a qual eu comecei o negócio que comemorávamos chegaram e o buffet soltou os rondeles todos tortos num molho aguado. Não quis nem saber. Tava de saco cheio de tudo. Principalmente por causa da minha dieta, porque não podia nem comer a massa, nem tomar uma dose de alguma coisa forte pra esfriar a cabeça.

Encontrei um pequeno jardinzinho com um banco de praça e o transformei em esconderijo. Não queria ver ninguém. Daí, peguei um prato e tirei da minha mochila um pote cheio de uma bela duma salada, que fiz com o que sobrou da minha sessão de psicologia de domingo com mais alguns ingredientes super vingativos e nem tão regimáticos. Mesmo se não estivesse de dieta, acho que me recusaria a comer o prato que oferecíamos para nossos convidados. Birra mesmo. Admito. Lá pela terceira garfada, apareceu em meu reduto a Paula, moça muito bacana, da empresa convidada, quem primeiro ouviu meu projeto e o levou a seu chefe, o que resultou no negócio fechado e no jantar de comemoração propriamente dito.

Depois dela perguntar o que eu fazia naquele lugar ermo, contei a verdade. Daí, conversa vai, conversa vem e ela, que decididamente não precisa de dieta, acabou pegando um prato e se servindo do meu pote de salada, depois de deixar escapar que a massa que oferecíamos estava terrível. E, de repente, quem aparece procurando a Paula? Sim, o chefão. Dela. Mas, ao encontrar sua funcionária, não disse nada, porque seus olhos grudaram em nossa refeição alternativa. Instantes depois ele voltava do salão com um prato, que encheu com gosto com a salada do meu pote. Ainda bem que, por birra e vingança, tinha levado uma quantidade absurda. Foi uma conversa curta mas muito boa, e agora, pelo menos, também o chefão alheio sabe de quem veio a ideia do projeto no qual ele está investindo.

12 comentários:

  1. Caracaaaa!!
    Sua chefe é uma monstra, e ao que parece sem experiencia na arte de escolher um Buffet, rs
    Nossa vc levou salada pra caramba, deu pra 3 pessoas.
    Vc esta certa, tem que levar de casa, pq se não agente come td q ver pela frente e sem pensar 2 vezes.
    Beeijos

    ResponderExcluir
  2. Deus escreve certo por linhas tortas!!
    tudo sempre se encaixa no fim!!
    Que bom que vc teve companhia pra salada!!

    bjinhos

    ResponderExcluir
  3. Acho que ja disse mas vou repetir, os seus post são hilários...PArece novela, Adoro ler seu blog, pq vc nos prende na leitura, parece um livro onde a gente vai imaginando as cenas...Mas agora referente ao seu post, essa sua chefe é uma monstra sem coração...Mas gostei que o chefão se juntou a vc e comeu da sua salada...
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. vc não faz idéia de como dei risada aqui e como fiquei feliz
    poxa olha o reconhecimento que vc teve. tipo sem palavras. PARABENS! vc merece muito ser reconhcida, e pelas pessoas certas. que a sua chefe se lasque, ela não foi legal contigo.
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Que bom... Deve ser por causa da tua salada que se diz que a vingança é um prato servido frio:)
    "Rais parta" a tua chefinha, metida a besta:)
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Nossa cena de filme isso,ai depois o cara chega na chefe e diz vc ta demitida e ela vai ficar no seu lugar hsauhsuahs

    Legal ter historis verdadeiras tão emocionantes e empolgantes quanto estorias de filme

    Bjus ♥

    ResponderExcluir
  7. Olha, apesar de, na maior parte das vezes a lei do smurfe imperar, as vezes o destino dá uma reviravolta, né?

    Parabéns, pela idéia e pela super salada!

    ResponderExcluir
  8. a lei dos smurfes é que a merda sempre acontece na sua vez!
    Tipo assim, manja? ehheeh

    ResponderExcluir
  9. Mande essa chefe dá uma volta!!!

    Vc é MUITO MELHOR!

    Bjus!

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Ps: Eliminei o comentário anterior, porque estava repleto de erros, rsrsrs

    Adorei a sua vingança light e pelo jeito a sua salada estava muito apetitosa.
    Passando para agradecer sua delicadeza e conhecer seu espaço. Você escreve muito bem!
    A quantas anda o seu desafio - 10k em 10 semanas? Confesso que achei ele bem ousado, mas eu bem que precisava eliminar 2,5 em 13 dias, mas não é nada fácil.
    Tenha uma ótima semana. Abraços.

    ResponderExcluir