quarta-feira, 10 de novembro de 2010

A tal da barra de cereais.

Estava pensando e acho que acabei de fazer uma descoberta. Poder comer várias vezes por dia, ao contrário do que imaginava, é um baita dum problema e não um alívio para quem está de dieta. A princípio, concordo que minha frase parece absurda e, talvez, quem esteja lendo me taxe de idiota, portanto, vou gastar esse post pra explicar meu ponto.

Como dizem por aí, as nutricionistas, os sites especializados e os meros palpiteiros (como eu!), o melhor jeito de emagrecer é uma reeducação alimentar, que engloba o fato de ter que comer de 3 em 3 horas. Porém, além disso, temos uma quantidade máxima de calorias que podemos comer por dia. Ou seja, tiramos calorias do almoço e do jantar, o que os deixa menos gostosos ou, pelo menos, menos abundantes, e colocamos nos tais dos lanches. O problema é que as calorias que sobram pros lanches também são poucas, o que não permite grandes pratos da alta cozinha... Resultado, acaba que o lanche fica ruim e não resolve a fome.

Minha manhã de hoje pode ajudar a mostrar meu ponto. Tava que era uma felicidade só quando o relógio do pc mostrou que já eram 9 horas e que poderia tirar a barriga da miséria. Não pude dedicar muita atenção ao fato porque caiu na minha mão uma planília cabeluda pra organizar, mas tudo bem, tinha em meu bolso uma barrinha de cereais (coco) de apenas 99 cal. Essas barrinhas são as coisas mais práticas do mundo e até que são gostosinhas. Enfim, tava crente que meu problema tava resolvido. Sim, tudo certo, até que fui dar a quarta mordida e meus dentes não encontraram nada. Tinha acabado, a safada, e nem percebi. Resultado, meu estômago ainda pedia comida e eu fiquei com um gosto "doce grudento" na boca que demorou um tempão pra sair.

Moral da história: preciso de coisas novas para lanches. As barrinhas, por mais práticas que sejam, não vão segurar a onda. E, dentro das minhas 100 calorias, tá difícil. Não me apetece muito a possibilidade de comer 372 fatias finas de pepino ou 1/722 avos de pão com manteiga. Pois é, novidades para esses maledetos, ou não vai dar certo.

4 comentários:

  1. Olá!

    seu blog é muito divertido! e quem faz dieta se identifica muito com suas dificuldades!
    esse problema da barrinha é muito sério mesmo! além de ser pequena e não matar a fome, enjoa mt rápido!
    uma fruta que vc goste pode ser uma opção!
    mas que fique claro que não vai ser tão gostoso qto comer um pct de bolachas ou uma caixa de bombons!!! kkkkk

    Boa sorte pra nós!!!

    ResponderExcluir
  2. Consegui! Consegui! De casa, consigo comentar...ou foram as modificações que você fez no blog... :)
    Eu acho que se você gostar, uma fruta vale mais a pena que barrinha de cereal: eu levo maçã, pêra, goiaba, banana...frutas mais práticas para carregar. Agora, vou te contar um segredo: nem as frutas, nem as barrinhas, nem nada (possível para quem tá nessa fase)vai de imediato aplacar essa fome monstra que vive dentro de quem está de dieta. A gente tem é que ignorar, até...acostumar com ela. hehehehehe! Sad, but true!
    Abraço,
    Neblis.

    ResponderExcluir
  3. O segredo para que uma barrinha de 25g encha o estômago é na verdade hidratar a tal da barrinha mastigada dentro do estômago.

    Coma a barrinha, tenha a sensação de que 'faltou' alguma coisa, e se entupa de água. Parece que a barrinha incha, além da garibada que a água já dá. Mas, dura até a próxima refeição, pelo menos.

    Agora, também tem outra coisa. Costume e hábito é o que faz a RA ser melhor,né? Tem que insistir, que a fome passa (ou apertar o cinto mesmo)

    ResponderExcluir
  4. Gente,

    to boba o taaanto que seu blog é bacana, e como que a Globo nao te descobriu...porque vc escreve muito bem e tem um senso de humor incrivel....

    Ja estou te seguindo, depois me faz uma visitinha tambem, meu blog é o www.agoraquesoucasada.blogspot.com

    Beijos
    Patt

    ResponderExcluir